Relatório de transparência

Periodicamente, a Proton pode ser legalmente obrigada a divulgar determinadas informações de usuários às autoridades suíças, conforme detalhado em nossa Política de privacidade. Isso pode acontecer se a lei suíça é violada. Conforme declarado em nossa Política de Privacidade, todos os e-mails, arquivos e convites são criptografados e não temos meios para descriptografá-los.

Nos termos do artigo 271 do Código Penal Suíço, a Proton não pode transmitir quaisquer dados diretamente a autoridades estrangeiras e, portanto, rejeitamos todos os pedidos de autoridades estrangeiras. As autoridades suíças podem ajudar as autoridades estrangeiras periodicamente com solicitações, desde que sejam válidas de acordo com os procedimentos internacionais de assistência jurídica e determinadas como estando em conformidade com a lei suíça. Nesses casos, o padrão de legalidade é novamente baseado na lei suíça. Em geral, as autoridades suíças não ajudam autoridades estrangeiras de países com histórico de violações dos direitos humanos.

Estatísticas agregadas de ordens judiciais que recebemos podem ser encontradas abaixo:

2021

  • Número de ordens judiciais: 6.243
  • Ordens contestadas: 1.323
  • Ordens cumpridas: 4.920

2020

  • Número de ordens judiciais: 3.767
  • Ordens contestadas: 750
  • Ordens cumpridas: 3.017

2019

  • Número de ordens judiciais: 1.594
  • Ordens contestadas: 110
  • Ordens cumpridas: 1.484

2018

  • Número de ordens judiciais: 340
  • Ordens contestadas: 4
  • Ordens cumpridas: 336

2017

  • Número de ordens judiciais: 26
  • Ordens contestadas: 3
  • Ordens cumpridas: 23